Accuracy of intraoperative consultation in lesions of the salivary glands: analysis of 748 cases

Theresinha C. Fonseca; Ana Lúcia A. Eisenberg
J. Bras. Patol. Med. Lab. 2015;51(1):52-56
DOI:10.5935/1676-2444.20150011

ABSTRACT

INTRODUCTION: Lesions of the salivary glands are uncommon, representing 2% to 6.5% of all neoplasms of head and neck, and because of the difference in treatment between them, an accurate diagnosis is essential. The cytological study by fine-needle aspiration (FNA) biopsy is a highly accurate method used to diagnose lesions of the salivary glands. Intraoperative consultation (IOC), in its turn, is a test that provides diagnosis during surgery, aiming to differentiate malignant from benign lesions and to enable the most appropriate surgical approach.
OBJECTIVE: To evaluate the accuracy of IOC in salivary gland lesions.
MATERIAL AND METHODS: A survey was conducted in the database of Instituto Nacional de Câncer (Inca) into IOC for diagnosis of salivary gland lesions from January 2001 to December 2012, and found 748 cases. Diagnosis made at IOC (IOCD) was compared with the gold standard histopathological diagnosis and classified into: 1) consenting; 2) discordant; and 3) indeterminate. From these data, sensitivity, specificity and accuracy were calculated.
RESULTS: Among the 748 IOCs, results were concordant in 656 cases (88%), discordant in 56 (7%), and indeterminate in 36 (5%). Sensitivity was 78%, specificity 99% and accuracy 92%.
CONCLUSION: Our results indicate that IOC in salivary gland lesions is highly accurate and can contribute to the surgical approach.

Keywords: intraoperative consultation; salivary glands; accuracy; neoplasia; pathology.

RESUMO

INTRODUÇÃO: As lesões das glândulas salivares são incomuns, representando de 2% a 6,5% de todas as neoplasias da região da cabeça e do pescoço. Devido à diferença de tratamento entre elas, é fundamental um diagnóstico preciso. O estudo citológico por meio de punção aspirativa por agulha fina (PAAF) é um método com alta acurácia utilizado para o diagnóstico das lesões das glândulas salivares; já a consulta intraoperatória (CIO) é um exame que oferece o diagnóstico no decorrer da cirurgia, tendo como objetivo diferenciar as lesões malignas das benignas e possibilitar a conduta cirúrgica mais adequada.
OBJETIVO: Avaliar a acurácia da CIO nas lesões das glândulas salivares realizadas em uma instituição.
MATERIAL E MÉTODOS: Realizou-se uma pesquisa sobre as CIOs realizadas para diagnóstico nas lesões das glândulas salivares no Instituto Nacional de Câncer (Inca) no período de janeiro de 2001 a dezembro de 2012, sendo encontrados 748 casos. Os diagnósticos de CIO foram comparados com o diagnóstico histopatológico (DHP), considerado padrão-ouro, e classificados em: 1) concordantes, 2) discordantes e 3) indeterminados. A partir desses dados, foram calculadas sensibilidade, especificidade e acurácia.
RESULTADOS: Das 748 CIOs realizadas, os resultados foram concordantes em 656 casos (88%), discordantes em 56 (7%) e indeterminados em 36 (5%). A sensibilidade foi de 78%; a especificidade, de 99%; e a acurácia, de 92%.
CONCLUSÃO: Nossos resultados indicam que a CIO em lesões das glândulas salivares tem alta acurácia, podendo contribuir para a conduta cirúrgica.

Palavras-chave: consulta intraoperatória; glândulas salivares; acurácia; neoplasia; patologia.