Patient safety by analyzing the information not provided in the requisition orders of cervical cytology test

Dayane B. Costa; Analine Rosa B. A. Carvalho; Michele Ana F. Chaves; Jacqueline Plewka; Maurício Turkiewicz
J. Bras. Patol. Med. Lab. 2018;54(6):401-406
DOI:10.5935/1676-2444.20180066

ABSTRACT

INTRODUCTION: Cervical cancer is a serious public health problem because of its high incidence and mortality in developing countries and is, therefore, a priority in global health. Organized screening programs can reduce the incidence and mortality of cervical cancer due to the early detection of precancerous lesions.
OBJECTIVE: To evaluate the incomplete information from cervical cytology test requisitions of the National Cancer Control Programme of the Brazilian Ministry of Health (MoH), verifying the percentage of non-completion in a municipality in western Paraná, Brazil.
METHODS: A retrospective and quantitative study was carried out, based on data from cervical cytology test requisitions, from women attended by the Unified Health System [Sistema Único de Saúde (SUS)] in a municipality in western Paraná from May 2014 to May 2015.
RESULTS: The failure to provide the information occurred in 9,010 (40.9%) requisitions. The information not provided is mandatory for the health team responsible for collecting this exam in accordance with MoH guidelines.
CONCLUSION: There is a need for professional training about filling in the information on requisitions, because they collaborate with the increase of the sensitivity and specificity of the cytology test, thus allowing more reliable results that aid in patient safety.

Keywords: cervix; patient safety; Pap smear test.

RESUMO

INTRODUÇÃO: O câncer do colo do útero é um sério problema de saúde pública devido a sua alta incidência e mortalidade em países subdesenvolvidos, sendo, desta forma, uma prioridade na saúde mundial. Programas organizados de rastreamento podem reduzir a incidência e a mortalidade do câncer do colo do útero em virtude da detecção precoce de lesões pré-malignas.
OBJETIVO: Avaliar as informações não preenchidas das requisições dos exames citopatológicos do colo do útero do Programa Nacional de Controle desse câncer do Ministério da Saúde (MS), verificando o percentual de não preenchimento em um município do oeste do Paraná, Brasil.
MÉTODOS: Foi realizado um estudo retrospectivo e quantitativo, com base nos dados das requisições de exames citopatológicos do colo do útero, das mulheres atendidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no referido município, no período de maio de 2014 a maio de 2015.
RESULTADOS: Não houve preenchimento das informações em 9.010 (40,9%) requisições. As informações não fornecidas são de preenchimento obrigatório pela equipe de saúde responsável pela coleta deste exame conforme as diretrizes do MS.
CONCLUSÃO: Há uma necessidade de treinamento profissional acerca do preenchimento das informações, pois elas colaboram com o aumento da sensibilidade e da especificidade do exame citopatológico, permitindo assim resultados mais confiáveis e que auxiliem na segurança da paciente.

Palavras-chave: colo do útero; segurança da paciente; teste de Papanicolaou.