Evaluation of MALDI-TOF mass spectrometry (VITEK-MS) compared to the ANC card (VITEK 2) for the identification of clinically significant anaerobes

Eliane R. Tsukimoto; Flávia Rossi
J. Bras. Patol. Med. Lab. 2018;54(4):206-212
DOI:10.5935/1676-2444.20180036

RESUMO

INTRODUÇÃO: A identificação das bactérias anaeróbias por métodos convencionais empregados nos laboratórios clínicos demanda muito trabalho e um longo tempo de resposta (TAT). A espectrometria de massa por ionização e dessorção a laser assistida por matriz (MALDI-TOF MS) é uma técnica precisa, rápida e barata, com resultados promissores para a identificação bacteriana.
OBJETIVO: Avaliar a espectrometria de massas MALDI-TOF (VITEK MS, bioMérieux, France) diante do cartão ANC (VITEK 2, bioMérieux, France) para a identificação de anaeróbios, bem como verificar a variação de custos entre as metodologias.
MÉTODOS: Foram identificados 421 anaeróbios concomitantemente pelo ANC (VITEK 2) e pelo MALDI-TOF (VITEK MS). Os resultados discordantes ou que apresentaram baixa discriminação das espécies foram submetidos ao sequenciamento do 16S do ácido ribonucleico ribossonal (rRNA).
RESULTADOS: Trinta e cinco cepas não foram identificadas pelo ANC (VITEK 2), e somente um isolado ficou sem identificação pelo MALDI-TOF (VITEK MS). Dos 386 anaeróbios identificados pelas duas metodologias, a concordância na identificação de gênero e espécie foi observada em 97%. Treze (3%) isolados foram submetidos ao sequenciamento do 16S; a concordância observada foi de 70% com o ANC (VITEK 2) e 92% com MALDI-TOF (VITEK MS).
CONCLUSÃO: Ambas as metodologias demonstraram ótimo desempenho para identificação das cepas testadas com grandes diferenças em relação ao custo-benefício. O MALDI-TOF MS permitiu 35 identificações adicionais e uma economia de R$ 7.786,00 com a liberação do resultado positivo da cultura cinco dias à frente do ANC (VITEK 2). A redução do TAT pode contribuir para uma resolução clínica bem-sucedida.

Palavras-chave: espectrometria de massas por ionização e dessorção a laser assistida por matriz; técnicas de laboratório clínico; infecções por bacteroides; infecções por Clostridium; bactérias anaeróbias.

ABSTRACT

INTRODUCTION: The identification of anaerobic bacteria by conventional methods employed in clinical laboratories requires a lot of work and a long response time [turnaround time (TAT)]. Matrix assisted laser desorption ionization-time of flight mass spectrometry (MALDI-TOF MS) is an accurate, rapid and inexpensive technique with promising results for bacterial identification.
OBJECTIVE: To evaluate the MALDI-TOF mass spectrometry (VITEK-MS, bioMérieux, France) compared to the ANC card (VITEK 2, bioMérieux, France) for the identification of anaerobes, and also veriying the cost variation between both methodologies.
METHODS: 421 anaerobes were concomitantly identified by ANC (VITEK 2) and MALDI-TOF (VITEK MS). The conflicting results or those presenting low differentiation of the species were subjected to the 16S ribosomal ribonucleic acid (rRNA) sequencing.
RESULTS: Thirty-five strains were not identified by ANC (VITEK 2), and only one isolate was not identified by MALDI-TOF (VITEK MS). From the 386 anaerobes identified by the two methodologies, 97% agreement was observed on the identification of genus and species between the methodologies. Thirteen (3%) isolates were submitted to 16S sequencing. The agreement observed was 70% using ANC (VITEK 2) using 92% by MALDI-TOF (VITEK MS).
CONCLUSION: Both methodologies showed an excellent performance for the identification of the strains tested with great differences in relation to cost-benefit. MALDI-TOF MS allowed 35 additional identifications and a saving of BRL$ 7,786 with the release of culture positive result five days ahead of the ANC (VITEK 2). TAT reduction may contribute to a successful clinical resolution.

Keywords: matrix assisted laser desorption ionization-time of flight mass spectrometry; clinical laboratory techniques; bacteroides infections; anaerobic bacteria; Clostridium infection